Se é fácil enganar adultos, também é fácil para crianças


A Polícia Nacional da Colômbia realizou um experimento curioso para demonstrar como é fácil enganar um adulto através de redes sociais, em seu experimento um funcionário colombiano usa a rede social do Facebook para marcar uma consulta com estranhos, homens e mulheres. Se é fácil enganar os adultos, também é fácil com as crianças.



A Polícia Nacional da Colômbia realizou um experimento curioso para demonstrar como é fácil enganar um adulto através de redes sociais, em seu experimento um funcionário colombiano usa a rede social do Facebook para marcar uma consulta com estranhos, ambos homens como mulheres Se é fácil enganar os adultos, também é fácil para as crianças.



Os adultos envolvidos no experimento ficaram com algo além de desapontamento e desapontamento, receberam uma tremenda lição sobre os perigos que existem na Internet.



SABEDORIA QUE AJUDA: Segundo dados da Associação Mexicana de Internet (AMIPCI), no México existem mais de 40 milhões de usuários (homens e mulheres) com Internet, desse total 2 de 3 têm idade de entre 12 e 34 anos. 9 de 10 dos usuários usam redes sociais como Facebook e Twitter, onde passam uma quantidade importante de horas por dia, socializam por aí e estabelecem contato com outras pessoas. A maioria dos pais desses jovens não sabe o tipo de relacionamento que seus filhos têm.



A policial fez consultas com estranhos através de redes sociais, a intenção do experimento era aumentar a conscientização sobre como enganar as crianças mais jovens, adolescentes ou jovens com os mesmos enganos. "Um adulto pode facilmente cair. É mais fácil para uma criança cair. Observe o que seus filhos fazem nas redes sociais", explica o vídeo da polícia colombiana. A segunda-tenente Jessica Liseth Sepúlveda, pesquisadora do Centro Polícia Cibernética da Colômbia, explica através do canal os riscos para os jovens no uso de redes sociais, no vídeo que o especialista explica e divide os riscos em quatro categorias: Higiene, sexting, cyber bullying e dependência cibernética. É verdade que se trata dos serviços da polícia em um país sul-americano, mas seu conselho é muito útil para os cidadãos do México e de outros países.



Especialistas recomendam que os pais não só tenham seus filhos adicionados ao Facebook, mas tenham a senha da conta de seus filhos, não para espionar sua vida privada, mas como uma medida de proteção. Cuide do seu filho, converse com ele e fique de olho no contrato digital.

Popular

Recent Posts

Архив блога